quinta-feira, 6 de março de 2014

Treino regenerativo pode evitar lesões

 

Se o seu treino foi muito intenso, o descanso faz parte do treinamento. Mas não pode perder o ritmo, para não resultar em uma queda brusca de rendimento. Porém, alongamentos, não é recomendado com grandes intensidades, podendo forçar demais forçar demais os músculos e te deixar suscetível à rompimentos de de pequenas fibras(micro lesões), jogando fora toda a periodização. 

Tem que ficar atento, por mais experiente que seja, acaba se tornando algo corriqueiro na vida de atletas de futebol. “Se torna difícil para um atleta que não tem acompanhamento de um profissional, para analisar precisamente qual o limite do corpo”,

Conciliar treinos fortes, com treinos mais moderados é um dos grandes segredos para ter uma boa performance. “Todo treino forte precisa ser seguido de uma sessão regenerativa”.

Após uma atividade física, as fibras musculares sofrem micro lesões e ao contrário do que parece continuar se exercitando ajuda na recuperação dos músculos. Porém, em alguns casos, um dia de descanso pode ser considerado como uma sessão regenerativa. 

Cross trainning - Uma maneira eficiente de acelerar a recuperação do corpo e poupar as articulações e ossos dos impactos gerados pela corrida é procurar praticar outros esportes que gerem baixo impacto, como a natação e o ciclismo. “Sempre que se falar de treino regenerativo, o atleta precisa pensar em baixa intensidade, até mesmo quando se usa a corrida como recuperação”.

A função do treino regenerativo é de aumentar o aporte de  mais oxigênio e nutrientes  e que estes sejam levados até as áreas requisitadas para a execução do exercício físico. “Com mais oxigênio e nutrientes nas regiões com micro lesões, acontece uma cicatrização mais rápida”. Não se deve esquecer,a alimentação rica em carboidrato e  proteína, logo após a atividade é primordial.

Além disso, massagens relaxantes e  compressas de gelo também influenciam positivamente. Deve-se massagear a área por cerca de 20 minutos. Essa massagem deve ser dinâmica e circulatória e nunca estática. Isso é o que chamamos de varredura”.



contato: 
email: ucianofisiol@gmail.com
        facebook: luciano sousa luciaosousa
Postar um comentário